A solidão de um estádio lotado

Quem não sabe o que é se sentir sozinho não entende isso. Como é possível você estar no meio de pessoas, as vezes até interagindo e se sentir sozinho? Quem não experimenta do ato individual de passar algum tempo sozinho nem nota a diferença. Estar sozinho e sentir-se sozinho, tem um abismo de diferenças entre si, mas vou dar meu exemplo que acho que serve melhor de explicação.

Eu sou uma pessoa que gosto muito de estar sozinho. Exercito minha individualidade, minha espiritualidade, minha paciência, minha falta de paciência, planejo, destruo o planejamento, crio barreiras, muros e algumas escadas as vezes. Tudo isso no meu silencio. Sou capaz de ter ideias maravilhosas que nunca sairão do papel ou até ter inciativas pequenas que podem fazer grande diferença ali na frente. Quando estou sozinho sou mais criativo, mais verdadeiro, tenho mais esperança e tenho a sensação de que posso salvar o mundo. Estar sozinho, na maioria das vezes, não me faz sentir sozinho.

Quando me sinto sozinho, que é em uma grande parte do tempo, me diminuo quase sumo, as vezes tenho a sensação quase fisiológica de derretimento. É esse o termo: quando me sinto sozinho sinto que vou derreter.

Às vezes, em uma sala cheia de pessoas, consigo essa façanha. Não ser percebido, não ser ouvido, ter defeitos anotados, ter conversas totalmente aleatórias, ser esquecido, bons dias deixados pra “quando der”, opiniões não levadas em conta tudo isso. Tanto no ambiente de trabalho, quanto na vida pessoal não é essencial sentir-se especial mas é necessário sentir-se inserido.

Para você que leu minha choradeira até aqui não ficar com a sensação de que só sei “reclamar” quero te contar o que eu faço quanto a isso. Primeiro, me dei conta que sim, eu espero, todos os dias por ajuda para me sentir menos sozinho, e sim, tenho consciência de que não depende só de mim. E segundo: Tento fazer com que outros não se sintam assim! Dizer “você não está sozinho” são APENAS palavras. Não tem nada de pessoal nisso, isso não muda nada. O PREOCUPAR-SE é muito diferente. “Lembrei de ti hoje quando vi tal coisa”, “como você está bonita hoje”, “preciso da tua ajuda, será que eu compro este ou este” enfim, a companhia a gente não faz só com discurso a companhia está em passar tempo junto não importa o qual for a distância.

Me conta. Você já se sentiu sozinho hoje?